Você sabe a diferença entre scalping e day trading?

Recentemente, produzimos um e-book exclusivo com o passo-a-passo para se tornar um trader de sucesso, e o resultado foi incrível! Por isso, resolvemos aprofundar ainda mais o assunto e detalhar as diferentes técnicas de investimento.

Uma dúvida comum entre alguns investidores iniciantes é: afinal, o day trading e o scalping são a mesma coisa? A resposta é não. Embora guardem certas semelhanças entre si, essas duas estratégias de investimento a curto prazo são distintas.

Neste post, a gente fala detalhadamente das peculiaridades de cada uma, e explica qual é a diferença entre elas!

Day Trading

O day trader faz sucessivas operações de compra e venda para se aproveitar da variação dos preços dos ativos. As operações são abertas e fechadas no mesmo dia e, em geral, duram minutos ou horas. É possível trabalhar com mais flexibilidade, com time frames maiores, para não precisar ficar o tempo todo na frente do computador. Entretanto, para ter sucesso, o trader precisa acompanhar o mercado, já que tudo pode mudar em poucos minutos. 

Um day trader competente deve ser muito técnico, atento, e seguir à risca as suas estratégias, mantendo-se fiel a elas. Por exemplo, o day trader precisa sempre posicionar seus stops para, se a operação não for bem-sucedida, o prejuízo não ser tão impactante. 

Normalmente, os day traders utilizam estratégias diversas, tais como estatísticas e/ou indicadores técnicos, seguidores de ordenação da natureza, arbitragem sem risco, travado (combinando dois ou mais ativos), seguidores de tendências, princípio de reversão à média, reconhecimento de padrões, fluxo de ordens ou algoritmos baseados em um ou mais dos conceitos anteriores. 

Scalping

O scalping é uma estratégia operacional de day trading executada nos mercados financeiros, que tem como objetivo lucrar com movimentos diários curtos, sequenciais e extremamente rápidos. A ideia é sempre comprar no bid (melhor oferta de compra) e vender no ask (melhor oferta de venda) para maximizar os ganhos e minimizar os riscos. Dessa forma, o trader lucra o spread do momento. 

Quem opera em scalping trabalha com entradas de alta probabilidade de acerto, por isso, é extremamente importante saber analisar e interpretar o fluxo de ordens. Além disso, é claro, conhecer bem o mercado aumenta exponencialmente as chances de sucesso.  

O objetivo do scalper é fazer dinheiro rapidamente, ganhando no volume de operações. Como faz mais negociações, esse tipo de trader deve operar com um valor que compense o pagamento das taxas envolvidas. Esse posicionamento costuma trazer mais riscos do que outros. Em contrapartida, tem altíssima rentabilidade. 

Uma das principais vantagens dessa estratégia é a possibilidade de aproveitar as inúmeras boas oportunidades de operações que se desenrolam ao longo do dia. Dessa maneira, o trader consegue fazer muitos movimentos em um período bem curto, e economiza seu tempo, visto que pode atingir sua meta diária sem ter que passar o dia inteiro operando. 

Outra vantagem é que, por fazer sempre operações curtas e rápidas, esse trader está permanentemente gerenciando a sua exposição no mercado financeiro, de modo que consegue ter o mínimo de prejuízo possível ou ficar no zero a zero. 

Ainda assim, cabe ressaltar que operar em scalping não significa necessariamente ganhar pouco por cada operação realizada, mas sim perder pouco dinheiro quando a estratégia falhar. Nesse contexto, para se ter menos prejuízos financeiros, normalmente se ganha menos.

 

Scalping x Day Trading

Trocando em miúdos, os dois posicionamentos são semelhantes, mas não idênticos, uma vez que o scalping é um tipo bem específico de day trading. A principal diferença entre o scalping e as operações de day trade é a frequência das operações realizadas: enquanto um day trader faz algo entre uma e cinco operações diárias, um scalper costuma fazer entre 15 e 70 operações por dia. 

No que se refere ao modus operandi de cada um, os day traders são os investidores que participam diariamente do mercado, vendendo e comprando ativos em um período inferior a 24 horas, enquanto os scalpers praticam uma estratégia especial de day trading que envolve um número muito maior de operações diárias

Seja qual for o seu posicionamento favorito, lançar mão de um sistema de gerenciamento de investimentos que centralize todas as aplicações em um só local é essencial para o sucesso do trader. O LiveCapital é o gerenciador universal de investimentos mais moderno e seguro do mercado, e permite controlar as carteiras de diversos clientes ao mesmo tempo. 

Com o LiveCapital, controlar ações, derivativos, fundos, renda fixa, dentre outros ativos, é muito mais simples, pois tudo é feito online e de um jeito intuitivo. O investidor pode acompanhar a evolução de cada aplicação e verificar se está efetivamente ganhando ou perdendo dinheiro, mesmo se estiver operando com várias instituições financeiras. Todas essas funcionalidades fazem do LiveCapital uma excelente opção para ter mais sucesso na carreira de trader. Quer saber mais? Clique aqui e veja todas as vantagens

Sobre o Autor

LiveCapital

LiveCapital é um gerenciador de investimentos que ajuda você a controlar online todas as suas ações, derivativos, fundos, renda fixa e outros ativos.