Saiba tudo sobre o Certificado de Depósito Bancário (CDB)

Considerado um investimento de baixo risco, o Certificado de Depósito Bancário (CDB) é um título emitido pelos bancos com o intuito de levantar recursos para financiar suas operações de créditos. É possível afirmar, portanto, que o investidor que adquire um CDB está, na prática, emprestando dinheiro para o banco.

Como qualquer aplicação, o CDB tem suas peculiaridades, que podem torná-lo um bom investimento para você. Neste artigo apresentaremos algumas das principais características do produto. Confira:

Tipos de CDB

Existem três tipos de CDB. O mais comum no mercado é o pós-fixado. Existem também o CDB pré-fixado e uma terceira modalidade que mescla os dois tipos.

CDB pré-fixado

No Certificado de Depósito Bancário (CDB) pré-fixado, como o próprio nome sugere, o investidor e o banco negociam uma taxa pré-definida que será paga ao final do contrato, independentemente das variações do mercado.

CDB híbrido

No CDB híbrido, que combina as formas de rentabilidade pré e pós-fixadas, há uma taxa definida no momento da contratação mais uma remuneração variável, atrelada a um índice de inflação, na maioria dos casos o IPCA.

CDB pós-fixado

A rentabilidade de um CDB pós-fixado é baseada em uma taxa de referência. O CDI (Certificado de Depósito Interbancário), que aproxima-se muito do valor da SELIC, taxa básica de juros, é o indexador mais utilizado para o CDB.

Vale destacar, contudo, que o percentual pago a título de rentabilidade varia conforme a instituição financeira, podendo ir de 70% a até 115% do CDI. Por isso, é recomendável uma boa pesquisa antes de escolher em que investir em CDB.

Riscos do Certificado de Depósito Bancário (CDB)

Como já dissemos, o CDB é um investimento considerado de baixo risco. Basicamente, o maior perigo está no risco de crédito. Ou seja: há a possibilidade do banco emissor do título vir a quebrar e você não receber o pagamento.

Com a existência do FGC (Fundo Garantidor de Crédito), que garante a cobertura de até R$ 250 mil por CPF, na prática o risco existe apenas para as aplicações que superam o valor, ainda assim apenas em relação ao excedente.

Custos

Em comparação a outros investimentos, como o Tesouro Direto, o CDB apresenta a vantagem de não cobrar nenhuma taxa sobre a aplicação. Em caso de resgates em um período inferior a 30 dias, contudo, há a incidência do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras).

O Certificado de Depósito Bancário (CDB) está sujeito à cobrança do Imposto de Renda, sobre o lucro da operação. Conforme o prazo do investimento, a incidência do tributo ocorre de forma decrescente: 22,5% até 180 dias, 20% de 181 a 360 dias, 17,5% de 361 a 720 dias e 15% para investimentos com mais de 721 dias.

Vantagens

O CDB possui alta liquidez (facilidade de resgate), com rentabilidade superior à poupança. Em alguns casos, é possível efetuar o resgate antes do vencimento do CDB.

A proteção do FGC é outra vantagem relevante do CDB, já que cobre justamente o que seria o maior risco da aplicação.

Desvantagens

A incidência de Imposto de Renda pode ser apontada como uma das maiores desvantagens do CDB, cuja rentabilidade pode ser um pouco baixa, se comparada a outros investimentos.

Em alguns casos, é preciso manter o dinheiro aplicado por um tempo maior para conseguir uma rentabilidade satisfatória. Aliás, em períodos de baixa da SELIC o CDB pode não ser a opção mais recomendável.

Investimento mínimo

O valor mínimo de aplicação para investir no CDB varia conforme a instituição bancária. Em certos casos, até com cem reais já é possível começar a investir. Todavia, as maiores rentabilidades estão reservadas para os maiores investimentos, o que varia conforme a estratégia de cada banco.

O Certificado de Depósito Bancário (CDB) pode ser uma ótima opção de investimento para você. Procure comparar os diferentes tipos de CDB e a rentabilidade oferecida pelos bancos e você certamente alcançará bons resultados. Aproveite para curtir nossa página no Facebook e confira nossas novidades!

Sobre o Autor

LiveCapital

LiveCapital é um gerenciador de investimentos que ajuda você a controlar online todas as suas ações, derivativos, fundos, renda fixa e outros ativos.