Letra de Crédito Imobiliário (LCI): como funciona?

Mas afinal, o que é Letra de Crédito Imobiliário (LCI)? Aumentar sua carteira de investimentos não costuma ser uma tarefa fácil, muito menos assegurar um ótimo desempenho dos papéis. Até porque, num momento de incerteza, a volatilidade do mercado pode causar grandes problemas. Então, conheça um tipo de aplicação que tem garantia e boa rentabilidade.

A ideia deste artigo é apresentar a você as características desta modalidade de investimento, que pode ser contratada junto a bancos e instituições financeiras. Além dos benefícios, a seguir você também vai entender os riscos envolvidos e o que deve avaliar antes de fechar contrato.

Então leia até o fim para descobrir como funciona a garantia dos papéis, incentivos tributários e também sua remuneração!

Noções básicas sobre Letra de Crédito Imobiliário (LCI)

É comum ouvir sobre pessoas e empresas que tomam dinheiro emprestado dos bancos, mas o que poucos sabem é que o contrário também acontece. Para captar recursos no mercado, os bancos e instituições financeiras oferecem opções de investimento com razoável segurança e rentabilidade interessante.

Uma delas é a Letra de Crédito Imobiliário (LCI), cujos recursos são destinados a financiar operações neste setor que é tão estratégico para a economia. A construção, compra, venda e aluguel de imóveis movimenta um enorme volume de recursos, gera empregos, renda e promove o desenvolvimento do país.

Por isso, e também considerando o imenso déficit habitacional brasileiro, o Governo oferece condições diferenciadas para esse título bancário. A principal delas é isenção do Imposto de Renda (IR) para pessoa física.

Além disso, como normalmente a Letra de Crédito Imobiliário (LCI) estabelece prazo de resgate de pelo menos 90 dias, também há isenção do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), se for respeitada uma carência mínima de 30 dias no contrato.

Como funciona a Letra de Crédito Imobiliário (LCI)

O interessado deve procurar o banco ou instituição financeira de sua preferência, lembrando sempre que as condições de rentabilidade podem variar bastante. Por isso vale a pena pesquisar, assim encontrará alternativas de investimento ainda mais vantajosas.

Ao tomar seu dinheiro “emprestado”, o banco vai celebrar um contrato descrevendo os prazos de resgate e as condições de rentabilidade da Letra de Crédito Imobiliário (LCI). O mais comum é que ela esteja atrelada a taxas de juros da economia, mais especificamente o Certificado de Depósito Interbancário (CDI).

Mas também existem papéis que variam conforme a inflação, seguindo o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), indicador que também é referencial para a correção dos aluguéis e diversas outras operações.

A Letra de Crédito Imobiliário (LCI) também pode ter rentabilidade híbrida, por exemplo, remunerando o equivalente ao IPCA mais uma porcentagem do CDI. Desta forma, garante a correção do dinheiro e, além disso, um ganho real bem melhor que o da poupança.

Outra vantagem é estar assegurada pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC) até o valor de R$ 250 mil. No caso extremo de que a instituição emissora da letra de crédito venha a quebrar, mesmo assim o contrato será honrado.

Agora que você conheceu detalhes da Letra de Crédito Imobiliário (LCI), tem elementos para uma decisão mais segura se essa modalidade de investimento é vantajosa para seu perfil.

Buscar maior conhecimento sobre aplicações é uma postura que vai ajudá-lo a conseguir bons lucros no mercado financeiro. Por isso, compartilhe esse texto em suas redes sociais para estimular o debate com seus amigos. Certamente vão surgir comentários muito interessantes!

Sobre o Autor

LiveCapital

LiveCapital é um gerenciador de investimentos que ajuda você a controlar online todas as suas ações, derivativos, fundos, renda fixa e outros ativos.