É hora de vencer o medo da bolsa de valores

O mercado de ações oferece uma ampla gama de oportunidades para os investidores. Um exemplo são os dividendos, que consistem na distribuição de uma parcela dos lucros obtidos pela empresa para os acionistas. Outro exemplo é a alta rentabilidade dos investimentos, o que atrai muitos investidores que desejam ver seu capital se multiplicar mais rapidamente. 

Além disso, investir na Bolsa de Valores proporciona total autonomia para retirar o dinheiro a qualquer momento. Ou seja, se um investimento não estiver dando os resultados esperados, é possível vender os ativos e reinvestir em outras aplicações, sem drama. 

Entretanto, muitos investidores menos experientes têm medo de investir na Bolsa de Valores, por considerarem uma aposta muito arriscada, mesmo quando têm uma grande quantia de dinheiro guardada. O problema é que, por conta desse receio, perde-se a oportunidade de alcançar ótimos retornos financeiros. E o mais irônico disso tudo é que, na prática, investir na Bolsa é bem mais simples do que muitos imaginam! 

É claro que, em comparação com outras aplicações, como os investimentos de renda fixa, a Bolsa realmente apresenta riscos mais altos. A grande questão é que esses riscos podem ser controlados quando o investidor conhece bem o terreno onde está pisando. No fim das contas, não se trata de um salto totalmente no escuro: o bom investidor conhece todas as implicações de aplicar dinheiro na Bolsa e sabe como controlar as variáveis a fim de ter o melhor retorno possível.

Neste post, vamos dar algumas dicas para você embarcar nessa aventura sem medo!

1 – Aprenda tudo sobre o mercado

Estudar sobre o mercado acionário e fazer cursos na área é fundamental para quem quer ganhar mais segurança e perder o receio de investir em renda variável. Dessa forma, o investidor consegue absorver os conceitos fundamentais para entender o mercado financeiro e tomar decisões mais inteligentes. 

Hoje, existem muitos cursos disponíveis de acordo com a necessidade do investidor. Nos cursos de análise fundamentalista, aprende-se  a avaliar os indicadores financeiros levando em conta os dados da empresa e o segmento de atuação. Nos cursos de análise técnica, por sua vez, aprende-se a avaliar, com base nos dados do mercado, a movimentação dos preços das ações na Bolsa e as tendências com que eles são projetados. 

2 – Seja antenado e acompanhe as notícias do setor econômico 

Estudar formalmente não é o bastante para dominar os enigmas do mercado financeiro. Para ter sucesso investindo em ações, também é importante acompanhar o noticiário econômico, se inteirar nas novidades do setor e se informar o máximo possível sobre o que acontece no mercado de ações. Isso não só dá mais confiança para investir sem medo como também ajuda a entender a razão da oscilação das ações, minimizando o risco do investimento. 

3 – Use e abuse dos simuladores de investimento

Os simuladores de investimento mostram as cotações dos ativos em tempo real, e são uma ótima maneira para fixar a aprendizagem teórica do investidor de primeira viagem. Uma boa estratégia para perder o medo é fazer uso de um simulador antes de partir para a prática via home broker. 

4 – Invista uma pequena quantia no início

Se você ainda não se sente tranquilo para investir grandes somas na Bolsa logo de cara, que tal começar com uma quantia menor para testar o mercado? Ao invés de comprar uma grande quantidade de ações por um preço alto, comece aos poucos até ganhar confiança e alçar voos mais altos.

Vale ressaltar que é importantíssimo avaliar o grau de risco que você está disposto a assumir, antes mesmo de investir. Sabendo qual é seu perfil de risco, ou seja, o quanto você pretende arriscar para ter uma boa rentabilidade, é mais fácil tomar decisões assertivas. 

5 -Não aplique todo o seu dinheiro em ações

Sempre batemos na tecla da importância de diversificar sua carteira de investimentos. No caso da Bolsa de Valores, que é mais arriscada do que as aplicações de renda fixa, é necessário ficar atento ao valor que será investido. Ele não pode ser a maior parte de suas economias, sobretudo se você ainda não tiver experiência no mercado acionário.

Diversificando seus investimentos, é possível equilibrar o rendimento menor de uma aplicação com o bom desempenho de outro, minimizando os riscos de prejuízos financeiros. 

Uma boa maneira de começar a realizar essa diversificação é assinando um gerenciador universal de investimentos, como o LiveCapital. Com ele, é muito mais simples gerenciar seu ativos de forma segura e fazer seu dinheiro render muito mais.

Se este post foi útil para você, compartilhe nas suas mídias sociais e nos ajude a fazer o conhecimento sobre o mercado financeiro circular!

Sobre o Autor

LiveCapital

LiveCapital é um gerenciador de investimentos que ajuda você a controlar online todas as suas ações, derivativos, fundos, renda fixa e outros ativos.