Como economizar monitorando os gastos do dia a dia

Existem algumas razões para explicar a falta de interesse dos brasileiros, em geral, pelos investimentos. Uma delas é a ausência de educação financeira de qualidade. Outra é que, de fato, muitas vezes não sobra dinheiro para isso no fim do mês. Em tempos de crise econômica, esse problema se torna ainda mais tangível. E aí, o que fazer?

Não se preocupe! Neste post, vamos dar algumas dicas de despesas que parecem inofensivas mas, no fim do mês, podem acabar fazendo um rombo no orçamento! Economizando de pouquinho em pouquinho, quem sabe não dá para começar a investir e assegurar o seu futuro?

Pesquise preços. Sempre!

Se você quer economizar, precisa parar imediatamente de fazer compras por impulso e de comprar a mercadoria desejada na primeira loja (ou site) em que você entrar. Para conseguir bons negócios, o melhor mesmo é pesquisar preços em vários estabelecimentos e fazer a sua escolha com base no melhor custo-benefício

Use e abuse dos sites comparadores de preço quando for comprar pela internet e, se for o caso de optar por lojas físicas, percorra lugares diferentes e faça um orçamento antes de se decidir.

Dica extra: se possível, escolha pagar à vista e solicite um desconto nessa modalidade de pagamento. Você vai se surpreender com a economia! 

Pague suas contas antes da data de vencimento

Deixar tudo para a última hora é a pior coisa que se pode fazer, porque nunca se sabe quando pode ocorrer algum problema. Se você postergar o pagamento de uma fatura e, no dia do vencimento, ocorrer um imprevisto e você não conseguir pagar, terá que arcar com multas e juros desnecessariamente! 

Por isso, fica aí a dica: organize-se para quitar todas as contas da casa com antecedência e evite perder dinheiro sem motivo. Inclusive, em certos casos dá até para negociar um desconto caso o pagamento seja antecipado. 

Não almoce fora todos os dias

Dependendo dos valores praticados em sua região, o custo de um almoço em restaurante, somado à bebida, pode chegar a mais de 8 mil reais por ano! Bastante coisa, não é?

A solução para isso pode ser levar a própria comida para o trabalho, caso seu escritório disponha de uma copa para fazer refeições. Além de ajudar a economizar uma graninha, isso pode acabar beneficiando a sua saúde, afinal, você saberá exatamente a procedência dos alimentos. 

Evite perder a linha na happy-hour

A gente sabe que pode ser difícil recusar um convite para aquele chope com os amigos depois do trabalho, mas a questão é que, sem sentir, você pode acabar gastando mais do que deveria em cada happy-hour. 

Temos duas dicas para contornar essa situação. A primeira é reduzir essas saídas e controlar o consumo nos bares, para não ser surpreendido na hora de pagar a conta. A segunda é propor confraternizações alternativas, na casa de alguém, em alguma praça pública, ou mesmo organizar um churrasco ou noite de petiscos, dividindo as despesas entre os participantes. É uma forma divertida de reunir os amigos e se divertir sem estourar o orçamento.

Renegocie seu plano de telefonia móvel

Se a conta do seu celular está vindo exorbitante, isso pode ser um problema no final do mês. Será que você, de fato, precisa de todos minutos de ligações ou de todos os gigabytes de internet móvel a que seu plano dá direito? Se a resposta for negativa, pode ser uma boa trocar de plano, optando por um mais básico.

Nossa dica é procurar sua operadora de telefonia e renegociar seu plano para obter um desconto no valor da fatura. Afinal, de nada adianta pagar caro por uma série de benefícios que você nem usa. 

Resista à tentação de trocar de telefone todos os anos

Por falar em telefone celular, você definitivamente não precisa trocar de aparelho anualmente, só porque um lançamento foi anunciado. Na prática, existem bem poucas diferenças entre uma geração e outra de smartphones, portanto, se o seu ainda funciona bem e está atendendo suas necessidades, o melhor a fazer é mantê-lo.

Troque de aparelho quando o desempenho for afetado ou você realmente precisar de uma tecnologia mais avançada, nunca por questão de status social ou para parecer “descolado”. 

Faça você mesmo

Muitos serviços domésticos podem ser feitos com facilidade e sem gastar muito tempo. Ao invés de contratar alguém para furar a parede e colocar uma prateleira, ou para montar um móvel da sala, que tal pegar a caixa de ferramentas e fazer você mesmo? Hoje em dia, tem tutorial para absolutamente tudo no YouTube! 

Outro exemplo: você já parou para pensar no preço de um lava jato? Pois deveria. É claro que, certas vezes, a falta de tempo exige que se pague por certos serviços, como a lavagem do carro. Entretanto, que tal tirar um fim de semana por mês para lavar seu automóvel? Esse pode ser um momento relaxante e, melhor ainda, ajuda a economizar uma boa quantia.  

Deixe o carro na garagem de vez em quando

Já que o assunto é automóvel, outra dica boa para economizar se refere a usar o carro para percorrer pequenas distâncias, como aquela ida ao supermercado ou ao banco. Sabemos que, atualmente, os valores dos combustíveis estão altos, portanto, deixar o carro descansando na garagem pode ser uma ótima maneira de poupar dinheiro.

Para distâncias curtas, de um quilômetro ou menos, você pode usar a bicicleta ou mesmo ir a pé. Também dá para contar com o transporte público, dependendo do local para onde você está indo. Nem sempre é preciso pegar o carro para garantir a liberdade de ir e vir. 

Evite sair com dinheiro trocado

As notas de valores menores sempre são gastas mais rapidamente do que aquelas de valores mais altos, afinal, todos temos preguiça de trocar uma cédula de R$50 para comprar uma “besteira”, mas não ligamos de usar uma nota de cinco ou de dez para isso. Portanto, a chance de gastar com supérfluos é muito maior se você só andar com notinhas miúdas na carteira. 

A dica é sair com dinheiro destrocado, apenas para o essencial. Assim, você evita gastar dinheiro com itens desnecessários e economiza muito mais.  

 

Como você pode perceber, cortar alguns gastos supérfluos nem é tão dolorido assim, e pode fazer toda a diferença para a sua conta bancária. Dessa forma, sobra mais dinheiro para você investir e conquistar a tão sonhada prosperidade. Se precisar de ajuda para fazer isso da melhor maneira, conte com o LiveCapital! 🙂

Sobre o Autor

LiveCapital

LiveCapital é um gerenciador de investimentos que ajuda você a controlar online todas as suas ações, derivativos, fundos, renda fixa e outros ativos.