Casal que investe unido permanece unido

Um relacionamento envolve, entre outras coisas, parceria e cumplicidade. Por incrível que pareça, investir como um casal também é uma forma de ressaltar essa parceria e ajudar a criar laços. A possibilidade de construir um futuro a dois, tijolo por tijolo, é maravilhosa, e ainda possibilita que ambos conquistem a independência financeira juntos.

Além disso, vivemos novos tempos, em que as mulheres trabalham, têm seu próprio dinheiro, são autossuficientes e têm responsabilidade financeira sobre o orçamento da casa, dividindo por igual os deveres e as despesas domésticas. Se o casal não lidar com seus rendimentos e investirem juntos, portanto, pode ser que eles apresentem perfis econômicos distintos, sendo um mais poupador e outro mais consumista, o que geraria um desequilíbrio. Nesse cenário, se torna ainda mais importante ter noções de investimentos para lidar com a renda familiar sem conflitos. 

Por isso, nesse post vamos dar algumas dicas para investir como um casal, e mostrar de uma vez por todas que casais que investem unidos permanecem unidos. 

1- Considere investir em imóveis

Conquistar a casa própria não é somente um sonho para as famílias, mas também representa uma economia expressiva com aluguel. O dinheiro pago à imobiliária todos os meses poderia muito bem ser aplicado no financiamento de um imóvel. 

Para alcançar esse objetivo, é necessário que o casal se planeje bem e economize visando especificamente a esse investimento, até mesmo antes de se casarem oficialmente. 

Hoje, já existem opções como os consórcios de imóveis, além dos populares financiamentos, com condições variadas e facilidade de pagamento. É necessário pesquisar a opção que melhor se adeque à realidade do casal e ter disciplina para poupar

2- Aposte nos investimentos em renda fixa

Quem já tem o hábito de poupar pode se dar muito bem com os investimentos em renda fixa. Nesse tipo de aplicação, o casal deve definir previamente o prazo em que pretende resgatar os rendimentos, já que, dependendo do produto escolhido, não há possibilidade de retirar o dinheiro antes do vencimento. 

O bom é que há inúmeras possibilidades para quem quer investir em renda fixa! É possível apostar nos CDBs (Certificados de Depósito Bancário), por exemplo,  pois eles são capazes de trazer retornos de até 100% do CDI e apresentam boa liquidez.

Além dos CDBs, outras aplicações interessantes para um casal são títulos como o LCI, LCA e LC, que são isentos do pagamento de imposto de renda e oferecem muita segurança, pois, contam com a proteção do FGC (Fundo Garantidor de Crédito).

Já se a inflação for um grande problema para o casal, a dica é optar pelos títulos ligados ao IPCA, que não contam com a proteção do FGC como os títulos citados acima, mas que têm rendimentos acima da inflação. 

3- Invista no mercado de ações

Dividir o capital em investimentos diversificados ajuda a abrir mais leques, garantir melhores chances de sucesso e aumentar o patrimônio do casal. Portanto, investir em ações pode, sim, ser uma boa opção. 

Ao contrário do que muitos pensam, investir em ações de empresas não é um bicho de sete cabeças. Na verdade, é muito simples: o investidor compra parte das ações da empresa escolhida e aguarda os lucro.

Trata-se de uma modalidade mais arriscada, em que não há uma garantia da valorização das ações a longo prazo. Entretanto, conhecendo e estudando o mercado e sabendo escolher as melhores empresas para se investir, é possível lucrar muito com as ações. 

4- Estabeleça o orçamento doméstico e defina os gastos

Para que essa parceria funcione e ninguém saia perdendo, é preciso definir previamente quem ficará responsável por cada despesa. Uma boa forma de se fazer isso é distribuir as responsabilidades proporcionalmente à renda de cada um. Já as decisões sobre compras em conjunto, trocas de móveis e reformas em casa devem ser tomadas por ambos.

Também é muito importante estabelecer o valor do orçamento doméstico. Calcular todas as despesas do casal de uma forma realista e prática ajuda a ter uma visão melhor do cenário e a planejar o quanto, efetivamente, pode ser empregado em investimentos todos os meses. 

5- Controle as despesas da casa

Por fim, a velha e boa dica que nunca pode faltar: para que seja possível investir com segurança, é necessário controlar de perto as despesas. 

Quando se investe a dois, é preciso dialogar bastante para chegar a um consenso sobre as despesas: o que deve ser reduzido, o que deve ser eliminado, entre outras decisões importantes. É claro que ninguém precisa deixar de fazer as coisas para se divertir e economizar cada centavo que sobre, mas a ideia é evitar as despesas supérfluas para que, no fim das contas, sobre mais dinheiro para ser aplicado e garantir um futuro mais confortável para ambos. 

 

Com essas dicas práticas de investimentos para casais, é mais fácil manter a saúde financeira familiar em dia e construir o caminho para a prosperidade de uma forma mais segura. E não se esqueça de que, se você precisar de uma ajuda para gerenciar seus investimentos, sempre pode contar com o apoio do LiveCapital. Na saúde e na doença. 😉 

 

Sobre o Autor

LiveCapital

LiveCapital é um gerenciador de investimentos que ajuda você a controlar online todas as suas ações, derivativos, fundos, renda fixa e outros ativos.