Até onde a Inteligência artificial pode atuar no mercado financeiro?

Já abordamos, em um post anterior, o tema dos robôs investidores, explicamos o que eles são e como funciona essa tendência. A novidade é que os robôs investidores já gerenciam quase 300 milhões no Brasil, um número bastante expressivo.

Em vista disso, resolvemos dedicar esta postagem integralmente a explicar este novo fenômeno e a discutir até onde a Inteligência artificial pode atuar no mercado financeiro

Recapitulando… o que são os robôs investidores? 

Hoje, o que chamamos de robôs investidores nada mais são do que programas que observam a oscilação de preços de um ativo e determinam a compra ou a venda de ações nos momentos mais propícios. Na verdade, eles não atuam sozinhos, mas são uma ferramenta utilizada por investidores humanos. Qualquer um que tenha conta em uma corretora de valores já pode usar os robôs em seus investimentos, alguns, inclusive, são gratuitos. 

Como os robôs investidores atuam no mercado? 

Os robôs investidores se baseiam em setups da Bolsa de Valores, e fazem gráficos de acordo com a movimentação dos preços dos ativos no período observado. No momento em que certas condições, configuradas pelo investidor no início da operação, são alcançadas, os robôs entram em cena comprando ou vendendo ativos. 

Normalmente, esses robôs são usados por investidores no Day Trade, por conta da velocidade da tomada de decisões e da velocidade da emissão e realização das ordens. Mas isso não é regra: eles podem ser utilizados em qualquer estratégia.

Quando se atinge o Stop Loss (prejuízo máximo prorrogado) ou o Take Profit (lucro máximo) os robôs deixam de operar. Tudo isso pode ser definido pelo investidor previamente.

Como usar essa tecnologia? 

É bem simples utilizar os robôs investidores. As únicas exigências são que o programa rode os gráficos necessários e suporte os softwares utilizados. É possível, inclusive, interferir manualmente, embora não seja a melhor decisão a ser tomada (se for para interferir, para que usar o robô, afinal?). 

Vale lembrar que cada robô tem uma série de parâmetros que precisam ser definidos. Caso isso não seja feito pelo investidor, será feito aleatoriamente, através de médias calculadas automaticamente, o que pode não trazer bons resultados. Portanto, convém ter cuidado e analisar bem quais parâmetros devem ser utilizados ou não.

E que parâmetros se deve utilizar?

O robô tem a capacidade de executar qualquer tipo de ordem automaticamente, comprando ou vendendo ativos conforme o posicionamento dos stops de realização de lucro e de stops de queda. Vale lembrar que as decisões são tomadas em frações de segundo, por isso, o ideal é testar a estratégia antes de pôr o robô para operar no mercado real.

Quando o investidor tem o cuidado de planejar sua estratégia e executar a programação com antecedência, as chances de sucesso são muito mais altas! 

 

Até onde é interessante usar a Inteligência Artificial para investir?

Com o aprimoramento da Inteligência Artificial, fica o seguinte questionamento: a tecnologia está mesmo preparada para conquistar o mercado de ações? Bem, na verdade, as pesquisas realizadas nesse sentido apontam que os resultados obtidos pelos robôs não diferiram muito das estratégias dos investidores humanos, nem apresentaram números absurdamente melhores. Entretanto, eles são considerados seguros, algo que também é recorrentemente questionado. 

Na realidade, qualquer investidor que ingresse no mercado financeiro e esteja disposto a aplicar capital na Bolsa precisa ter certo conhecimento desse mercado. Ele precisa saber como vender ativos, subir stops, calcular position sizing… absorver esse conhecimento leva tempo e requer muita paciência e dedicação. Para facilitar essa tarefa, os robôs investidores podem ser uma mão na roda.  

Porém, para fazer o robôs investidores realmente ganharem dinheiro é preciso programar o software com os parâmetros certos, ou seja, o robô funciona como um apoio, mas não se deve deixar tudo sob o seu comando. Eles devem ser utilizados como uma ferramenta de suporte por quem, de fato, sabe o que está fazendo. Afinal, de que vale despender enormes quantias de dinheiro se você não sabe como investir na Bolsa? 

No fim das contas, a principal vantagem é mesmo a economia de tempo, já que os robôs conseguem tomar decisões muito rapidamente, sem levar em conta as emoções humanas, o que os torna especialmente úteis para o Day Trade

Os robôs investidores são, hoje, uma solução tecnológica viável para otimizar os resultados de seus investimentos e agilizar os processos. Uma boa dica é começar aos poucos, intercalando entre a operação manual e o uso dos robôs. E, já sabe, se precisar de um auxílio para gerenciar seus investimentos, pode contar com o LiveCapital

Sobre o Autor

LiveCapital

LiveCapital é um gerenciador de investimentos que ajuda você a controlar online todas as suas ações, derivativos, fundos, renda fixa e outros ativos.