4 coisas que você precisa saber para investir em ações

Nos últimos anos, o interesse do brasileiro por investimentos aumentou consideravelmente. Além das alternativas mais comuns, como a caderneta de poupança e o Tesouro Selic, o mercado de ações também se popularizou.

Porém, muitas pessoas ainda consideram que o sucesso na bolsa de valores é uma mera questão de sorte ou azar. Felizmente, esse panorama está sendo alterado: os investidores estão buscando mais conhecimento e percebendo que esse tipo de aplicação não precisa ser tão arriscado.

Estudar as ações, analisar indicadores e buscar o máximo de informações é uma excelente ideia para entrar no mercado com o pé direito. Para que você aprenda como investir em ações, listamos aqui 4 coisas que você precisa saber. Vamos lá?

1. Pense sempre no longo prazo

Historicamente, o investimento na bolsa de valores é conhecido por ter um excelente desempenho no longo prazo. Então, não vá pensando em enriquecer rapidamente.

No curto prazo, é comum que uma carteira de investimentos se desvalorize, atingindo valores cerca de 40% menores. Não se desespere, muito menos venda seus ativos. Tenha ciência que isso pode acontecer e lembre-se que ações são investimentos de longo prazo, sendo possível contabilizar perdas e ganhos apenas depois de vendê-las.

2. Não venda ações em queda

A bolsa de valores é conhecida mundialmente por sua volatilidade. Os preços das ações estão sempre aumentando ou diminuindo, tornando quase impossível prever quando uma ação se valorizará ou se depreciará.

A regra número 1 para o investimento em ações é: não se deve vender ações que estão em queda. Jamais se esqueça disto!

O momento de crise pode representar, na verdade, uma oportunidade, pois existem algumas pessoas que se desesperam e decidem vender seus ativos, visando “diminuir o seu prejuízo”. Essa pode ser uma chance única de adquirir uma boa ação a um baixo preço. No futuro, ela poderá representar ganhos extremamente significativos.

Por isso, é fundamental que você permaneça em estado de alerta durante as crises, não negociando os seus ativos e buscando sempre por boas oportunidades de compra.

3. Tenha uma estratégia de investimento

Para se investir na Bovespa, por exemplo, é necessário traçar uma estratégia de investimento, evitando que situações externas e até mesmo suas emoções possam interferir no seu capital.

Existem várias estratégias de investimento. Para escolher a mais adequada às suas características e ao seu perfil de investidor, é necessário certo preparo. A máxima é: tente explicar sua estratégia para uma criança — se ela entender, você está investindo e não apostando.

4. Busque sempre a diversificação

Não dá para colocar todas as fichas num lugar só, não é mesmo? Logo, diversificar seus investimentos é fundamental. Lembre-se que, ao adquirir uma ação de uma determinada empresa, você estará se tornando sócio dela.

Consequentemente, podemos afirmar que, ao comprar ações de mais de uma empresa, você está diminuindo o risco de seus investimentos. Porém, não se deve comprar ativos de empresas que atuem no mesmo ramo. Ao apostar em especialidades diferentes, é possível que a queda de uma ação seja compensada pela alta de outras.

Entretanto, para que a diversificação não se torne um problema — acompanhar 10 ou mais empresas ao mesmo tempo não é nada fácil — é interessante que você procure por alternativas. Já existe no mercado um sistema de controle de investimentos de ativos financeiros.

Esse aplicativo permite que você controle suas ações, derivativos, fundos, renda fixa, entre outros. É possível também acompanhar a evolução dos seus investimentos de maneira consolidada, independentemente de qual for o seu perfil de investidor.

Caso você seja uma pessoa jurídica, você pode, inclusive, liberar o acesso a seus clientes, permitindo que eles tenham vejam a situação de seus investimentos. Vale a pena, não é mesmo?

O investimento em ações ainda é considerado arriscado e perigoso. O devido conhecimento e preparo são fundamentais para tornar essa modalidade vantajosa e rentável. Não perca tempo, estude esse tema e aprenda como investir em ações.

E aí, gostou de nossas dicas? Que tal compartilhar esse artigo em suas redes sociais e disseminar o conhecimento?

Sobre o Autor

LiveCapital

LiveCapital é um gerenciador de investimentos que ajuda você a controlar online todas as suas ações, derivativos, fundos, renda fixa e outros ativos.